Sintomas

Os sintomas apresentados pelos portadores de distrofias oculares estão directamente relacionadas com o conjunto de células fotorreceptoras afectadas pela doença.
As pessoas afectadas por distrofias que atingem principalmente os bastonetes, como a Retinopatia Pigmentada Típica e a Coroiderémia, apresentam os seguintes sintomas:

  • Redução do campo visual periférico, ou visão tubular;
  • Redução ou ausência de percepção visual em baixas condições de luminosidade, mais conhecida por cegueira nocturna.
  • Os pacientes podem apresentar durante anos, boa acuidade visual e até mesmo boa discriminação das cores, visto que os cones se mantêm em boas condições.
Simulação de Perda de Visão por Retinopatia Pigmentar
Simulação de Perda de Visão por Retinopatia Pigmentar

No caso das distrofias que afectam principalmente a visão central, como a Distrofia dos cones, a doença de Stargardt, entre outras, os doentes apresentam os seguintes sintomas:

  • Redução da acuidade visual e em casos mais avançados ausência de visão central
  • Má discriminação das cores
  • Fotofobia e dificuldades em adaptação a mudanças de luminosidade
  • Nestes casos, é comum os pacientes preferirem a visão em baixas condições de luminosidade
rpi[1]
Simulação de degradação de visão devido a Degeneração de Cones